sábado, 9 de dezembro de 2017

NA ESTRATÉGIA SOCIALISTA, ADOTADA PELOS NOSSOS DEMAIS INIMIGOS: UM PASSO ATRÁS, DOIS PASSOS À FRENTE.



Está é a  tática, talvez a mais importante e a mais eficiente da esquerda.
É parte da estratégia socialista.

A mudança da embaixada dos EUA em Israel para Jerusalém.

É fato, que os três presidentes dos EUA, anteriores ao Trump, prometeram a mudança, mas cederam, se acovardaram, ante as ameaças. Clinton, Bush e o Obama, covardes nas suas essências, explicam a tática um passo a atrás, dois à frente?

Terrorismo a única arma daqueles que são chamadas erroneamente de palestinos.
Terrorismo!
Ponto.

Ora o terrorismo, atentados contra a vida e contra o patrimônio não passa de crime, e tal qual os três presidentes citados acima, covarde!

E não é esta a “pauta” colocada na mesa, daqueles que são contrários a mudança da Embaixada Americana para Jerusalém?
Não argumentam eles, como se isto fosse uma pauta diplomática?
Incluindo, a exceção da Tchecoslaváquia, aqueles países ditos livres?

E qual é a realidade desta “pauta”, se não a de COLOCAR AS AMEAÇAS TERRORISTAS COMO LEGÍTIMOS ARGUMENTOS NAS MESAS DAS NEGOCIAÇÕES?!
Se não é incluir o crime, o terror, nas agendas e, principalmente levar a capitulação dos Princípios da Liberdade?

Incrivelmente, com exceções do Trump e dos componentes do seu governo, nós conservadores aceitamos o vil jogo.
Pior! Passamos incontinente na defesa dos inimigos da nossa própria civilização. Escrotos a serviços deles.
Até, infiltrados naquela que embalou o berço da nossa civilização, a Igreja Católica, tem na sua alta hierarquia (desprezível e covarde), incluindo aquele que denominam de líder, agressivos agentes contra os nossos Princípios que são as colunas mestres dos atuais tempos.
Contra a doutrina Cristã!

Um passo atrás.

Mostrar os atentados terroristas como eles são: covardes, e então condena-los.


Dois passos à frente.


Depois de entorpecer as pessoas com as notícias sobre os atos terroristas, então alterar sutilmente a através da mídia dos veículos culturais, imagem do terrorismo para uma visão complacente.
Passo seguinte, aceitar as ameaças do terror, como legítimos argumentos diplomáticos.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

PERCIVAL PUGGINA EM: A ESCOLHA DOS BRASILEIROS DE VERDADE!


http://www.puggina.org/artigo/puggina/quem-e-a-mulher-do-ano/10872


QUEM É A MULHER DO ANO?

por Percival Puggina. Artigo publicado em
 
 Eu sei que os títulos de mulher do ano costumam ser concedidos para celebridades do meio artístico, dos palcos, das câmeras e das passarelas. Isso tem muito a ver com a superficialidade das relações sociais, vulgarmente incapazes de avançar um milímetro sequer sobre as aparências. Ao afirmá-lo, não estou emitindo juízo de valor sobre quem quer que seja.
Já quando olhamos ao nosso redor, provavelmente todos temos a quem outorgar esse destaque. Num círculo mais estreito de relações, onde conhecimentos e sentimentos são mais profundos, quase sempre há alguém que é, a um só tempo, rainha, deusa, leoa, obreira infatigável de incontáveis tarefas, pessoa de vontades contidas e interesses postergados, primeira e espontânea oferta no altar dos sacrifícios. Meu louvor, meu apaixonado louvor à essa multidão anônima de mulheres do ano!
Ao pesquisar no Google sobre a mulher do ano de 2017, vejo tantas referências à cantora Anitta, que não posso deixar de dizer: tal escolha constrange a nação. É sintoma de que o torneado do corpo se impõe ao torneado da alma, e que as formas obscurecem a beleza e a nobreza das virtudes.
Neste ano de 2017, ninguém se ergueu acima de Heley de Abreu Silva Batista! Foi ela que entrou em luta corporal com um louco incendiário. Foi ela que retirou 25 crianças de uma creche em chamas, salvando-as de morrerem no trágico acontecimento do dia 5 de outubro em Janaúba MG. Horas depois, não resistindo às queimaduras, Heley morreu.
Em João 15:13, numa alusão ao que viria a acontecer consigo mesmo, Jesus diz: "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos seus amigos". Amor supremo, cuja imposição vem do coração e chega à superação dos mais naturais instintos humanos. Quando enunciou o mandamento do amor, Jesus disse que devemos amar o próximo "como" (tanto quanto) a nós mesmos. Ele não nos exige o que Ele fez. Ele não pediu a Heley o que Heley realizou. Ela agiu voluntariamente. Amor ao próximo além do amor próprio é altruísmo, virtude das almas mais nobres, dos santos, dos heróis, dos que se erguem à reverência de todos nos altares, nos monumentos e nas páginas da História.
Por isso, quando a agenda de 2017 começa a buscar na prateleira seu lugar ao lado das precedentes, eu me uno aos que escolhem Heley de Abreu Silva Batista e digo: Professora, este ano não tem para mais ninguém! Dê um abraço em Jesus por mim.
________________________________
* Percival Puggina (72), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.



domingo, 3 de dezembro de 2017

TRUMP ROMPE COM O ACORDO DO "PACTO MUNDIAL" COM A ONU

Finalmente, depois de décadas, um país no mundo, tem um líder de VERDADE!

ABORTO E O CAPITAL ESTRANGEIRO: O DINHEIRO, A GRANA, O TUTU, A BUFUNFA, O BAGAROTE, A GAITA, O BAGO, A ERVA, ...

...ENFIM, A CORRUPÇÃO, A DECADÊNCIA MORAL.

O ASSASSINATO EM SÉRIE DE CRIANÇAS!



Levantamento, Trabalho e fonte de Bernardo P. Kuster - https://www.youtube.com/watch?v=AK5Atun4tyM


sábado, 25 de novembro de 2017

MERECEMOS UMA NAÇÃO?


É correto a justiça (STF) praticar imoralidades que carregam o germe do crime?
É sábio o povo que aceita isto impavidamente?

A manobra do Dias Toffoli pedindo “vistas” para o processo que tramita no STF, visando restringir o Foro Privilegiado aos políticos, não é outra coisa, se não algo próxima a imoralidade criminosa.
Tentar manter o Foro Privilegiado, que se abolido colocaria ponto final na proteção  dada aos criminosos políticos, especialmente os ex-presidentes Lula, Dilma, Temer, Collor e Sarney, além dos seus lacaios, a Gleisy Hoffmann, Dirceu, Renan, Eduardo Cunha, Sergio Cabral e aí vai.

Mas não é a tentativa do STF na figura do Toffoli o fato preocupante, mas sim, a aceitação resignada da população.
De nós, brasileiros.
Resignação tão ou mais criminosa do que os crimes dos imorais políticos.
Acolhendo o “tapa na cara”, aceitando, e pior, já acostumados com as bofetadas, simplesmente, demonstramos falta de fibra.

De Caráter!
Nem é 2018, e, inacreditavelmente, já pressinto a consagração dos criminosos, via a eleição 2018.
E finalmente, o STF reconhecido como o refúgio oficial da corriola.
Assim será o desfecho, continuando como está.
Fato consumado?
Então, não merecemos a Nação!

terça-feira, 21 de novembro de 2017

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

CALA A BOCA REINALDO AZEVEDO



Muito bom!

O homem destruiu os chiliques do Reinaldo Azevedo


terça-feira, 31 de outubro de 2017

OS MODERNISTAS CHEGARAM LÁ.

Expulsaram  jovens que rezavam o Terço do interior de uma Igreja Católica na Bélgica.

O motivo:
Não perturbarem uma homenagem ecumenista.




domingo, 15 de outubro de 2017

O BOM CONSELHO!

https://www.youtube.com/watch?v=jadUB75gpdE


POLÔNIA NA DEFESA DO OCIDENTE. OUTRA VEZ!

CATÓLICOS POLONESES CERCAM AS FRONTEIRAS.
A ARMA?
O ROSÁRIO.












fonte: https://fratresinunum.com/
A REPORTAGEM E AS FOTOS DA SEMANA NO FRATES IN UNUM

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

O DEPOIMENTO DO ATOR PEDRO CARDOSO SOBRE O MEIO ARTÍSTICO - TV E TEATRO.

O depoimento do ator sobre a pornografia nas apresentações das TV's, teatro e cinema nacional.



quinta-feira, 12 de outubro de 2017

domingo, 8 de outubro de 2017

sábado, 7 de outubro de 2017

AS INTENÇÕES DE VOTOS. O BONECO VODU. O FLAUTISTA DE HAMELIN.

O Lula é o boneco do vodu dos comunistas, que representa o povo, e quando espetado, enfeitiça as pessoas com a maldade e a burrice.

Seus seguidores são as crianças do flautista de Hamelin que o seguem os sons, tontos como os ratos.  

São aterradores os números referentes as pesquisas com intenções de votos para as próximas eleições.

DataFolha

Aécio Neves (PSDB) — 24%

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) — 20%

Marina Silva (REDE) — 19%

Jair Bolsonaro (PP) — 6%

Ciro Gomes (PDT) — 5%

Eduardo Jorge (PV) — 2%

Michel Temer (PMDB) — 1%

Brancos e Nulos: 16%

É claro que as posições e os percentuais seguem se alterando e alternando de pesquisa para pesquisa e em conformidade com qual o instituto as realiza. A DataFolha como se sabe está entre as mais incertas, involuntária ou voluntariamente para escamotear a realidade neste processo.

Dos constantes nas pesquisas, o único nome que assume uma posição moral e ética, o Bolsonaro, as demais personagens são vis atores da corrupção. No mínimo, apologistas do crime, quando, e certamente o são, criminosos, mesmo.

De todos, o ícone mor daquela gente, mas diferente do Fidel, do Stalin, do Hitler, Mao, figuras com carismas próprios, malignos, mas autos suficientes na maledicência, o Lula por seu lado, um ídolo fabricado por grupos interessados na destruição dos fundamentos do Brasil, um indivíduo maléfico por essência, não devido a alguma capacidade intelectual inata ou portador de carisma próprio, mas uma figura montado, cuidadosamente com as mais modernas ferramentas da comunicação social.

 Tenho para mim que o Jimmy Carter o democrata (portanto proto-comunista) ex-presidente dos Estados Unidos,  foi usado na confecção do falso líder, durante a sua visita ao Brasil em 1978.

A META ATINGIDA.
Qual a via mais eficiente para corromper os fundamentos da nação?
Primeira. A herética CNBB, com a sua principal figura da época, Paulo Evaristo Arns, responsável pela confusão introduzida na Igreja Católica no Brasil.  
Arns e a CNBB conseguiram tirar a verdadeira Igreja Católica como pregadora aos fiéis.
Eles Arns e CNBB, então plantaram a cizânia no meios do catolicismo, colocando a sociologia marxista no lugar do evangelho.

Segunda. O meio cultural e educacional brasileiro infestados de comunistas, e como diz o filósofo e professor Olavo de Carvalho, como o regime de 1964 permitiu a permanências destes agentes nas áreas mais sensíveis na nação. Deu no que deu.
O ensino, infestados de pedófilos, aliás, este é um dos vícios dos líderes comunistas. Foi assim a destruição do conhecimento e da capacidade mentalização dos jovens brasileiros.
Da sua maioria.

Resumindo, sem guias espirituais honestos e esvaziada dos essenciais conteúdos no cérebro, a consequência é o que vemos:

AINDA UMA MASSA ESTUPIDIFICADA QUE VOTARIA EM LULA, MARINA, AÉCIO, ALCKIMIN, DORIA, HULK, CIRO GOMES,...!

NESTE CONTEXTO, QUE A MASSA MORALMENTE INTEGRA VOTE NO BOLSONARO.
Se ele conseguirá, com o Estado ainda infestado de germes, realizar um bom governo?
Que Deus nos ajude.

domingo, 1 de outubro de 2017

POR ESTA, A ONU ESPERAVA.

Direto do conselho de desenvolvimento humano.
Órgão da ONU.


Tirado do site TRADUTORES DE DIREITA
https://www.youtube.com/channel/UCJqOdpqndf1MPequlvDgGkA

sábado, 30 de setembro de 2017

ALERTAS COMO O ABAIXO DO CARDEAL CAFFARRA, DEVERIA SER O SUFICIENTE

Mas, por outro lado, a estupidez, temos em demasia. 


O DO SITE DO HEITOR DE PAOLA

http://www.heitordepaola.com/index.asp


O TEXTO COMPLETO

O ATAQUE FINAL À CRIAÇÃO: FIM DA DUALIDADE HOMEM/MULHER

NOTA DO EDITOR: este é o texto do Cardeal Caffara que usei no programa O OUTRO LADO DA NOTÍCIA de 22/09/2017, gentilmente traduzido por Ageu Marinho
A “última barreira” que impede Satã de destruir a humanidade é a dualidade masculino/feminino, diz cardeal autor de dubia à Amoris laetitia
Claire Chretien
 Claire Chretien
18 de setembro de 2017
Uma ideologia global alimentada por uma liberdade “insana” e “literalmente louca” agora está tentando destruir a “última barreira” que preserva a humanidade de perder o significado de ser “humano”, a saber, a “natureza sexual da pessoa humana na sua dualidade de homem e mulher”, escreveu o Cardeal Carlo Caffarra, um cardeal “dubia” recentemente falecido, em um manuscrito publicado pela primeira vez no LifeSiteNews. [“Dubia cardinals” é como são designados os cardeais signatários das dúvidas levantadas ao Papa Francisco por ocasião da publicação de Amoris laetitia].
Caffarra escreveu o manuscrito como um prefácio ao livro da socióloga Gabriele Kuby intitulado A Revolução Sexual Global: A Destruição da Liberdade em nome da Liberdade [no original: The Global Sexual Revolution: Destruction of Freedom in the Name of Freedom]. Porém o livro seguiu para impressão antes que as palavras do Cardeal fossem recebidas. O manuscrito foi obtido pelo LifeSiteNews.
O Cardeal Caffarra foi um dos quatro Cardeais que remeteu ao Papa Francisco as dubia solicitando claridade na Exortação Papal de 2016 Amoris laetitia. Ele morreu em 6 de setembro aos 79 anos.
O Cardeal esboçou no prefácio como “o enganador”, através de uma estratégia global, está controlando o homem para “formar uma aliança com um de seus instintos básicos”, qual seja, seu apetite por prazer sexual desenfreado e sujeito a nenhuma regra.
“Qual é essa estratégia? É aquela d’O Grande Inquisidor, de Dostoevsky, que diz a Cristo: ‘Você dá a eles liberdade eu dou-lhes pão. Eles me seguirão.’ A estratégia é clara: dominar o homem formando um pacto com um de seus instintos básicos. O novo Grande Inquisidor não mudou a estratégia. Ele diz a Cristo: ‘Você promete regozijo no prudente, íntegro e casto exercício da sexualidade eu prometo o gozo desregrado. Você verá que eles me seguirão.’ O novo Inquisidor escraviza através da ilusão do prazer sexual completamente livre de regras”, ele escreveu.
Caffarra disse que essa estratégia é abastecida pela “justificativa insana” de “destruir a sexualidade natural humana para assim também destruir o casamento e a família”.
“A última barreira que essa liberdade insana precisa demolir é a natureza sexual da pessoa humana na sua dualidade de homem e mulher e na sua instituição racional estabilizada pelo casamento monogâmico e pela família”, escreveu.
Ele advertiu que a “extrema liberdade” promovida pelos hedonistas “conduzirá à mais grave e feroz tirania.”
O Cardeal qualificou o livro de Kuby como “um clamor de trombeta para despertar-nos do torpor da razão que nos está arrastando para a perda de liberdade consequentemente de nós mesmos.”
“E Jesus já nos advertira que isso, a perda de nós mesmos, seria a mais trágica perda de todas, ainda que ganhássemos todo o mundo”, ele escreveu.
Caffarra disse que “os jovens” serão as “primeiras vítimas” da “liberdade insana”.
Ele observou que “não é incomum” que os clérigos se “contentem em ser facilitadores desta eutanásia da [real] liberdade” pela qual Cristo morreu, para nos tornar verdadeiramente livres.
Caffarra também se reportou a Dostoyevsky durante sua palestra no  2017 Rome Life Forum. Satã quer construir uma “anti-criação”, disse, a qual Satã venderá às pessoas como sendo melhor que a criação de Deus.
Ele declarou:
“Esta é a terrível estratégia da mentira, construída ao redor de um profundo desprezo pelo homem. O homem não é capaz de elevar-se ao esplendor da Verdade. Ele não é capaz de viver dentro do paradoxo de um anseio infinito pela felicidade. Ele não consegue encontrar-se no sincero dom de si mesmo. E dessa maneira – continua o discurso Satânico – nós contamos a ele banalidades sobre o homem. Nós o convencemos de que a Verdade não existe e que sua busca é portanto uma paixão triste e fútil. Nós o persuadimos a encurtar a capacidade do seu desejo para que se proporcione ao momento efêmero. Nós colocamos em seu coração a suspeita de que o amor é meramente uma máscara de prazer.”
A resposta a essa profunda mentira, afirmou Caffarra, deve ser um testemunho da verdade e beleza dos ensinamentos de Jesus Cristo e a refutação da falsidade.
“Seria como um terrível médico que adotou uma atitude irônica para com a doença”, disse Caffarra. “Agostinho escreveu: ‘Ame o pecador, mas persiga o pecado.’ Note bem isto. A palavra latina per-sequor é um verbo intensivo intensificador (1). O sentido é, portanto: ‘Caçar o pecado e o abater. Rastreá-lo até os lugares encobertos de suas mentiras, e condená-lo, trazendo luz à sua insubstancialidade.’”
A Irmã Lúcia, vidente de Fátima, escreveu para Caffarra no início dos anos 80 que “a batalha final entre o Senhor e o reino de Satã será sobre casamento e família”.
“O que a Irmã Lúcia falou naqueles dias está se cumprindo nestes nossos dias”, ele disse no 2017 Rome Life Forum.
***
Texto completo do prefácio não publicado do Cardeal Caffarra para o livro de Gabriele Kuby “A Revolução Sexual Global – A Destruição da Liberdade em Nome da Liberdade”. Traduzido para o inglês por Diane Montagna.
O estudo de Gabriele Kuby sobre o panorama cultural no presente livro é um clamor de trombeta para despertar-nos do torpor da razão que nos está arrastando para a perda de liberdade consequentemente de nós mesmos. E Jesus já nos advertira que isso, a perda de nós mesmos, seria a mais trágica perda de todas, ainda que ganhássemos todo o mundo.
A cada página que lia, ouvia dentro de mim mesmo as palavras do enganador do mundo todo: “Você será como Deus, conhecendo o bem e o mal” (Gn 3:5).
A pessoa humana elevou-se a si mesmo a uma posição de autoridade moral soberana na qual “Eu” sozinho determino o que é bom e o que é mal. Esta é uma liberdade que é literalmente louca: é uma liberdade sem logos (isto é, razão ou princípio ordenador).
Mas se esse é o contexto teórico (se posso colocar desta forma) do livro inteiro, a obra examina especificamente a destruição da última realidade que permanece de pé no seu caminho. Como irei explicar, o livro também aponta como a liberdade que enlouquece gradualmente engendra as mais devastadoras tiranias.
David Hume escreveu que fatos são coisas teimosas: eles teimosamente desafiam qualquer ideologia. O autor demonstra, e eu considero que acertadamente, que a última barreira a qual esta liberdade insana deve demolir é a natureza sexual da pessoa humana na sua dualidade de homem e mulher, e na sua instituição racional estabilizada pelo casamento monogâmico e pela família. Atualmente esta causa insana está destruindo a sexualidade natural humana e por conseguinte também o casamento e a família. Estas páginas, dedicadas a examinar essa destruição, contêm uma rara profundidade de percepção.
Mas há um outro tema que corre através das páginas deste livro: a obra dessa insana liberdade tem uma estratégia precisa, pois está sendo dirigida, guiada e governada em nível global. Qual é essa estratégia? É aquela d’O Grande Inquisidor, de Dostoevsky, que diz a Cristo: “Você dá a eles liberdade eu dou-lhes pão. Eles me seguirão.” A estratégia é clara: dominar o homem formando um pacto com um de seus instintos básicos. O novo Grande Inquisidor não mudou a estratégia. Ele diz a Cristo: “Você promete regozijo no prudente, íntegro e casto exercício da sexualidade eu prometo o gozo desregrado. Você verá que eles me seguirão.” O novo Inquisidor escraviza através da ilusão do prazer sexual completamente livre de regras.
Se, como acredito, a análise de Gabriele Kuby é algo que é compartilhado, há apenas uma conclusão. O que Platão previu acontecerá: liberdade extrema conduzirá à mais grave e feroz tirania. Não é coincidência que a autora fez dessa reflexão platônica a epígrafe do primeiro capítulo: um tipo de chave interpretativa de todo o livro.
E clérigos? Não é incomum que ele se contente em ser facilitadores dessa eutanásia da liberdade. E ainda, como Paulo nos instruiu, Cristo morreu para nos tornar verdadeiramente livres.
Eu espero que este grande livro seja lido por aqueles que têm responsabilidades públicas por aqueles que têm responsabilidades educacionais e pelos jovens, as primeiras vítimas do novo Grande Inquisidor.
Cardeal Carlo Caffarra, Arcebispo Emérito de Bolonha
(1) Em inglês, intensifying verb. Esta expressão foi um problema tanto para o Tradutor como para o Editor. Esta solução é do Editor.


Alertas como estes temos o suficiente.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

domingo, 3 de setembro de 2017





Estas imagens não apareceram, ou aparecerão, na maioria da imprensa; As das falsas notícias.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

A MESTRA E O SEU DÍSCIPULO


A agressão sofrida pela professora em Itajaí Santa Catarina é uma agressão a sociedade; Sem dúvida!













Não há dúvidas da necessidade da aplicação penal ao agressor.
É um menor?!
Quem provoca o ferimento da extensão que ele causou, tanto físico como no espírito, tem condições e deve responder por seu ato covarde.

Porém, sempre há um porém.

Concordando com a aplicação penal ao agressor, neste evento uma outra consideração não vinculada com a penalidade tem de ser considerada.

Em entrevista cedida pela professora para uma rádio, ela, com todas as palavras, justifica outras violências. Com outras pessoas não concordantes com a sua doutrina.

As agressões que ela justifica, quaisquer que sejam, são justas por serem praticadas em nome de uma luta pelo poder.
Violências cometidas em nome da ditadura comunista.

O contexto do evento denota quais as mensagens que esta professora emana nas salas de aulas.
O aluno aprendeu a lição.
Neste caso, foi o feitiço voltando-se contra a feiticeira?

Que a professora recupere-se dos seus ferimentos, são os meus votos.
Que a professora retome a sua humanidade, e desta forma, também colaborar, para que mundo tenha menos deste tipo de discípulo.  










sábado, 19 de agosto de 2017

ATENTADOS, TERRORISMO, ASSASSINATOS, ESTUPROS...

A civilização acovardou-se!
As reações ao último atentado, o acontecido em Barcelona, bem como aos anteriores restringem-se as inofensivas manifestações.

  





É óbvio que este tipo de manifestação é necessária, se, ...

Se marcassem o início das reações de defesa das nossas famílias, das pessoas, dos valores que temos.
Permanecendo nisto, flores e ursinhos, serão, e elas são, apenas demonstrações de medo e covardia.
Convites para mais agressões.

Se formamos os Estados, foi para nos organizamos como civilização, para que estes servissem as nossas necessidades fundamentais, entre elas, as necessidades básicas.
Não para que tornarem-se só instituições arrecadoras de impostos.

Ficando assim são agentes da extorsão.
São aliados dos nossos inimigos.
São coniventes com o terrorismo.
Deixando-os assim, tornamo-nos covardes!

Defender os nossos valores é uma obrigação: obrigação primeira do Homem.




O Hino do Soldados Brasileiro, na última estrofe exprime o que penso:

A paz queremos com fervor,
A guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor

Fonte: http://ultradownloads.com.br/hino-mp3/Cancao-Do-Soldado-Exercito/#ixzz4qCpDkhtJ


















sábado, 12 de agosto de 2017

KIM JONG UN. UM ESTADISTA DA PAZ! (?)

O incauto que assistir as notícias pela imprensa, concluirá imediatamente: o Trump é a ameaça. Não o Kim Jong Un da Coréia do Norte ou o bolivariano Maduro.

É o que diz o Demétrio Magnoli (http://www1.folha.uol.com.br/colunas/demetriomagnoli/2017/08/1909303-trump-se-tornou-prisioneiro-das-palavras.shtml) na Folha; É o que dizem os apresentadores dos noticiários das redes de televisão.
É que disse o Aloysio Nunes, o esquerdista Ministro do Exterior do Temer a respeito do duro tom do Trump contra o Maduro.

FAZENDO UMA ANALOGIA.
Imagine você num ponto de ônibus, que recebe a ameaça do assaltante, mas você não reage como ditam os oráculos humanistas, e, sim, responde a ameaça com o aviso: "Se tentar o assalto, meto uma bala na tua testa".

Para os padrões pacifistas dos engajados nos "direitos humanos", você será a ameaça.
O bandido?
A vitima!

EM TEMPO

E o que dizem, Demétrio, Aloysio, noticiários das tv's, a folha, o estadão, a veja, etc, a respeito dos maloqueiros que o PT, MST, CUT e outras quadrilhas estão enviando para juntar-se com o Maduro na matança dos cidadãos venezuelanos?

terça-feira, 1 de agosto de 2017


Olavo de Carvalho em entrevista para Stefan Molyneaux.


Tirado do Blog do Ricardo R Hashimoto


terça-feira, 25 de julho de 2017

TIRADO DO "O ANTAGONISTA" - http://www.oantagonista.com/





segunda-feira, 17 de julho de 2017

PODE NÃO SIGNIFICAR NADA.

 MAS!


O tempo terá de confirmar, mas nas palavras de Bento XVII a respeito do falecimento do Cardeal Joaquin Meisner, transcrito no site Fratres in Unum, no atual contexto, podem estar indicando alguma oposição interna na hieráquia da Igreja contra a avanço modernista na Igreja.

Que Deus ilumine Bento XVII, e a nós!
A Igreja?
Ela está salva na promessa de Cristo

https://fratresinunum.com/2017/07/17/bento-xvi-o-senhor-nao-abandona-a-sua-igreja-mesmo-se-as-vezes-a-barca-esteja-quase-repleta-a-ponto-de-socobrar/#comments

domingo, 2 de julho de 2017

Percival Puggina, correto como sempre.

http://www.puggina.org/artigo/puggina/quem-e-o-grevista-de-greve-geral/10595
Isto é o que a história considerará como o inicio, da provável, III Guerra Mundial.

Se for assim, que não seja como a anterior, que derrotou o nazismo mas fomentou o comunismo.
E não apenas o comunismo, como o "globalismo" e o recrudescimento do milenar inimigo da civilização, o islã.

Fonte: Midia sem Máscara.
http://midiasemmascara.org/artigos/internacional/europa/os-jihadistas-estao-se-apoderando-da-europa/

sexta-feira, 16 de junho de 2017

E O BRASIL?

Chegamos ao ponto crucial!

Se não acabar de vez com o petismo e os demais quadrilhas partidárias, eles acabam com  a Lava Jato.
E se acabar com a Lava Jato:
 FIM DO BRASIL!

quarta-feira, 7 de junho de 2017


Trump sobre Acordo de Paris é a pior derrota política de Bergoglio.


FONTE: MÍDIA SEM MÁSCARA
POR: Hermes Rodrigues Nery






A retirada dos Estados Unidos do Acordo do Clima de Paris, em 1º de junho de 2017, foi a pior derrota política do papa Francisco, mostrando assim o equívoco de suas posições políticas, assumidas escancaradamente desde que assumiu o pontificado, em março de 2013, para perplexidade de muitos católicos, especialmente os que se empenham com seriedade, em viver a sã doutrina católica.
A agenda política abraçada por Jorge Mário Bergoglio, em muitos aspectos, está sintonizada com a mesma agenda do internacionalismo de esquerda e do globalismo defendido pela ONU e fundações internacionais que trabalham por uma reengenharia social de mutação cultural, que instrumentaliza as religiões para os fins de um poder global.
Ecumenismo e ecologismo fazem parte da estratégia de ressignificar religiões, visando uma nova cultura (um mosaico cultural), convergida em premissas não cristãs, especialmente não católicas, como já recomendava, em 1974, o Relatório Kissinger (salientado por Juan Cláudio Sanahuja), estabelecendo “como política global que os padrões culturais dos povos, entre os quais se incluem as crenças religiosas, que tornam inviáveis as políticas de controle de natalidade, devem ser alterados” [1]. Por isso, tem chocado aos católicos a presença de intelectuais e ideólogos dessa reengenharia social em eventos no Vaticano, promovidos especialmente pela Pontifícia Academia das Ciências, que recebeu e deu espaço para palestrar, Jeffrey Sachs (ambientalista radical que defendeu em 2008 a legalização do aborto como meio econômico eficaz para eliminar bebês indesejados), Paul Erlich (autor do livro “A Bomba Demográfica”, também defensor do aborto como meio de controle populacional), entre outros. O fato é que Bergoglio não apenas tem dialogado com conhecidos inimigos da fé católica, acolhido-os no Vaticano, favorecido (algumas vezes de modo sutil e sofisticado, outras mais abertamente) a agenda política que contradiz, em muitos aspectos, a doutrina moral e social da Igreja. Mas Bergoglio abraçou tal agenda, para euforia de Ban-Ki-moon.
A tônica política de Bergoglio (evidenciada por suas decisões, à esquerda (confirmando o que ele dissera ao Pe. Antonio Spadaro: “nunca fui de direita” [2]), explicita cada vez mais equívocos incontáveis, para o agrado de toda a esquerda internacional, que o aplaude, pois sabe que as consequências de tais decisões, a médio prazo, agravarão danos dentro da Igreja, que os líderes de esquerda até então não haviam conseguido chegar em tão grande profundidade.
E por tais decisões virem de cima para baixo, dificilmente haverá quem se oponha, porque os que se infiltraram por dentro da instituição, souberam aparelhar de tal modo organismos internos da Igreja, para justamente neutralizar toda e qualquer resistência. Disso não só tenho experiência vivida, mas tenho sofrido a perseguição implacável daqueles que há muito quiseram liquidar a minha liderança como leigo católico dentro da Igreja, por justamente não compactuar com a maldade não apenas dos inimigos declarados, mas principalmente dos dissimulados. Isso porque os que se opuserem à agenda implantada sofrerão toda espécie de sanções e retaliações, tendo em vista também o aparato tecnológico de controle, nesse sentido.
Os engenheiros sociais apreciam laboratórios culturais e sociais, e sabem do estrago que estão fazendo. Que a Igreja depois resolva os problemas criados pelos equívocos políticos de Bergoglio. Os inimigos da Igreja sabem que a agenda abraçada por Bergoglio (exposta, por exemplo, na encíclica Laudato Si) trarão, num futuro próximo (talvez em outro pontificado) problemas agudos para a própria Igreja (por causa dos gravíssimos danos causados), mas eles não estão nem um pouco preocupados com isso.
Bergoglio reconheceu a cinco jovens católicos belgas, numa entrevista á agência I. Media, dizendo: “Eu já errei, e ainda erro!” [3], declarando com ênfase: “Eu não diria que aprendi com todos os meus erros. Alguns não, porque eu sou teimoso”. E por teimosia insiste em seus erros políticos, sem se dar conta das consequências de tais erros, para o que virá depois de seu pontificado.

Notas:

1. SANAHUJA, Juan Cláudio, Poder Global e Religião Universal, p. 29, Editora Ecclesiae, Campinas, SP, 2012.
2. SPADARO, Pe. Antonio, Íntegra da Entrevista de Francisco à “Civiltà Cattolica”:
https://fratresinunum.com/2013/09/19/integra-da-entrevista-de-francisco-a-civilta-cattolica/
3. REUTERS, Papa Francisco admite: “Eu já errei e ainda erro” – Entrevista a cinco jovens católicos foi transmitida por site:
https://oglobo.globo.com/mundo/papa-francisco-admite-eu-ja-errei-ainda-erro-12089981

Hermes Rodrigues Nery
 é coordenador do Movimento Legislação e Vida.

sábado, 27 de maio de 2017

ENOCH POWELL E O SEU DISCURSO QUE FICOU CONHECIDO COMO RIOS DE SANGUE.

Os "Rios de Sangue" promovidos pela invasão muçulmana contra A CIVILIZAÇÃO, são vontade de Deus?
A resposta correta é:
NÃO!
A CULPA É NOSSA!

No vídeo, Nigel Farage esclarece muito bem que não foram pelo discurso de Enoch, os verdadeiros RIOS DE SANGUE.

De quebra Enoch previu na época, a ditadura do que veria a ser a União Européia

https://www.youtube.com/watch?v=w456qBg6pak


sábado, 20 de maio de 2017

ENSINAMENTOS DA ILÍADA



Heitor e Aquiles: dois caminhos para a masculinidade

DO MÍDIA SEM MÁSCARA.
FONTE: TRADUTORES DE DIREITA -http://tradutoresdedireita.org/
FONTE PRIMÁRIA: Brett Mckay, “Hector and Achilles: Two Paths to Manliness”, do site Art of Manliness.
http://midiasemmascara.org/artigos/cultura/heitor-e-aquiles-dois-caminhos-para-masculinidade/

sábado, 13 de maio de 2017

quinta-feira, 11 de maio de 2017

SOLUÇÃO CONTRA A BADERNA COMUNISTA.





Contra este FLAGELO...






A policia militar do Paraná apresentou a solução!


domingo, 7 de maio de 2017

MAIS UMA BOA SURPRESA DO TRUMP!. ALGUMAS COISAS EM QUE LHE DÃO CRÉDITO


Está, é uma delas.

do site: https://fratresinunum.com/

Trump livra as Irmãs da congregação "Little Sisters of the Poor", nos EUA, da perseguição promovida pelo Obama  

little sisters

quarta-feira, 3 de maio de 2017

RETORNANDO A CALAMIDADE!


O supremo tribunal e o congresso, os timoneiros do caos, libertaram o José Dirceu, o que nos colocou a caminho da Venezuela bolivariana.

Agora tudo depende dos brasileiros apoiarem os integrantes da Lava Jato para impedir o desastre.

sábado, 29 de abril de 2017

A VERDADEIRA DEFESA DA MULHER.



Mesmo atrasado, mas sempre válido.


Padre Paulo Ricardo,
UM SACERDOTE!


quinta-feira, 27 de abril de 2017

SÓ COMO REGISTRO.

A greve geral programada para Sexta Feira, é factoide.

Faz parte do esforço comunista para pressionar a favor do PT e do Lula, na tentativa de evitar a prisão do "dito cujo" e dos seus comparsas.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

O QUÃO BAIXO UMA NAÇÃO PODE CHEGAR!

A agitação que antecede ao depoimento do lula, agendado para a  primeira semana de Maio, é o termômetro que mede o grau da imbecilidade de grande parte da população.

Lula, uma figura que vista do ponto de vista do caráter, nem chega a ser inexpressiva.
Com personalidade desprovida desta característica, oca, vazia, lúgubre e, mesmo assim lidera a quantos e quantos.

Como pode pessoas não ligarem o efeito com a causa?
Não perceberem a fronteira entre o irreal e a realidade?
Mas muitos não percebem, e sejam, talvez os mais visíveis efeitos da paralaxe conectiva, já explicada pelo professor Olavo de Carvalho.

Estamos frente ao depoimento de um acusado a pertencer a máfia causadora da maior corrupção já conhecida no Brasil e talvez no mundo.
A máfia corruptora, levou milhões ao desemprego; Literalmente matou pela fome ou pela depressão.
Máfia, o grupo que evaporou com a esperança de milhões.
Implantou a imoralidade no Estado e, na população o domínio da insensatez.
Máfia que levou a heresia à divindade, e a colocou  nos altares a libertinagem.
Máfia que entronizou Mefístófeles no trono do Brasil.

Como chegamos a este ponto?
Quando a insensatez reina!
E um discípulo do diabo, paralisa um país.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

... QUANDO OS CRÁPULAS SÃO DESMASCARADOS.



Ouvir e rir dos 0:30 em frente.
Do início até 0:30, é tempo dos horrores.


EU NÃO VOTEI NELES.

PARA UNS É A OBRIGAÇÃO DA CIDADANIA. PARA MIM, TORNOU-SE O ACHARQUE!

Tenho que o espírito do amor à Pátria, tem a sua fonte na família.

É a célula familiar que forma a comunidade, o bairro; A sua cidade, o seu país.
É na defesa da minha família que eu luto, e quando necessário lutarei pelo meu país.
É pela família que rezo; É por ela que eu me sacrifico. Se necessário, então, pelo meu país.

Mas, o meu pais foi sequestrado por um Estado tirano.
Então:
Se o meu país se entregou aos inimigos da minha família?
Se o meu país é agora o Estado que quer aniquilar a minha família?
Se o meu país É um Estado que quer escravizar as mentes dos nossos filhos e netos?
Se o Estado, que dominou o meu país quer invadir o meu Lar?
Se este mesmo Estado roubou as minhas riquezas?
Se apropriou das minhas terras?
Se corrompeu a minha cultura?

E este mesmo Estado, ainda obriga que entregue, "voluntariamente, e todo o ano, grande parte do meu labor.
Dos recursos que eu usaria para sustentar a minha família.

Ceder ao acharque, foi atitude correta?
Fiz o que teria de ser feito?
Não sei.
O que sei é que tirei da minha família ília favor de facínoras
OS MESMO FACÍNORAS QUE ESPREITAM CONTRA A MINHA FAMÍLIA!
FIZ A DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA!

sábado, 15 de abril de 2017

ESTA, SERIA A ERA DA CONFUSÃO?!

O Brasil, finalmente conseguiu atingir o pódio.
Considerado o país com a maior e mais catastrófica corrupção do mundo.
No quesito qualidade, só não superou os países comunistas, se é que se pode atribuir este adjetivo à palavra, mas em valores morais e materiais, é o campeão absoluto.

Este título não é nada insignificante; pois no resto do mundo, o esforço para aniquilar o que é, ou foi, a Civilização, também esteve acima de quaisquer outros eventos da história.
No pacote contra a atual civilização, a ONU criada com o nome de Nações Unidas, hoje Organização das Nações Unidas, jogou na lixeira a idéia inicial, o de evitar conflitos, para se imiscuir nos assuntos internos dos países e  tornar-se a fonte do destrutivo vírus globalista.

Abaixo uma pequena lista dos males "onuistas":
  • A ONU, assumiu o direito, melhor, raptou o direito das famílias na a criação dos seus filhos;
  • Tomou para sí o ensinamento de Gramsci: a infiltração visando a destruição da Igreja Católica;
  • Impõem aos países a doutrinação do "gênero" e a restrição ao ensino Cristão;
  • A ONU, junto com os bancos e organizações globalistas (as "ongs"), hoje, ameaçam cortar financiamentos internacionais aos países que não obedecem os "sagrados" desígnios;
  • São funcionários da ONU, os maiores estupradores e pedófilos, tudo sob a égide das "ações humanitárias";
  • Seguindo a cartilha globalistas, a ONU se esforça para terminar com as fronteiras nacionais, usando principalmente a aniquilação da estrutura linguística dos países e das suas culturas. 
Os EUA, o país herdeiro da Inglaterra como força balizadora da civilização, (queiram ou não), teoricamente conservador no aspecto moral, e liberal economicamente, tornou-se após os governos do partido Democrata (Theodore Roosevelt, Carter, Clinton e Obama), uma nação seguidora da cartilha sindical-socialista.
A recente derrota imposta por Trump contra a Hilary, trouxe ainda tênue a esperança, porém estremecida com os ataques impostos a Síria.
Mesmo conseguindo evitar o pior, a vitória da Hilary, a política inicial do Trump, ainda traz incertezas sobre o seu final.


O ataque contra a Síria coloca mais lenha na fogueira das dúvidas, se por um lado foi uma demonstração (que não tenha sido enganadora) de que o governo do Trump não é favorável ao Putin, por outro lado foi uma agressão contra o único líder árabe que protege os cristãos.

É importante lembrar que a acusação do ataque químico do governo sírio contra a sua própria população síria, não foi comprovada.
Há fortes evidências que foi um acidente numa fabrica de produtos químicos, em território controlado pelos revoltosos.
(comentário sobre Trump::http://www.heitordepaola.com/).

Infelizmente a Igreja Católica, a base da atual civilização, hoje não é o Farol indicativo dos caminhos a serem seguidos.
Tal como o capitão Francesco Schettino do Costa Concórdia, o navio que afundou na costa da Toscana, porque o capitão preferiu agradar os passageiros e não obedecer as cartas marítimas nem aos modernos instrumentos de navegação, hoje muitos dos responsáveis pela Igreja preferem agradar aos aplausos dos minoritários, mas barulhentos, modernistas.

Os eventos acima, ainda não mostram o tamanho do que é a crise que nos metemos, mesmo assim, a atual Era pode ser a da Confusão;
Mas não é a da Desolação Total!

Afinal, muitos ainda têm a FÉ!







sábado, 18 de março de 2017

O QUE ME PREOCUPA!


 E O QUE DÁ ESPERANÇA!





Investigações da Lava Jato, mensalão, escândalo do ministério da agricultura e dos frigoríficos,  da Petrobras, dos Correios, do BRDE, ... Nada destas me preocupa mais do que a crise do caráter nacional. 

Dias destes, ouvi de alguns esquerdistas, reunidos num grupos de conversa, convencendo, e convenceram algumDas pessoas. de que as crises que vivemos em nada têm com os governos do PT. Como se o Temer não foi vice na chapa do PT.

Como se o buraco na conta fiscal do Estado Federal e dos Estados da federação não foram provocados pelo PT,  pelo PSDB, pelo PMDB e demais partidos, nas últimas décadas.
Mas principalmente pelo projeto de poder do PT.
Como se os assassinatos, esquecidos, como o do Celso Daniel e todos os demais envolvidos no evento, incluindo do médico legista; do Toninho do PT de Campinas, tudo esquecido.

A percepção de que as pessoas não conseguem ligar os efeitos com as causas, à mim, parece que o vírus da idiotice voltou a contaminar a grande parcela da população.
A perda da noção da realidade, aquela, que tivemos em 2015, e saímos às ruas pedindo o fim do PT e do comunismo da política nacional.
Pedíamos o fim da corrupção!

Hoje as investigações da Lava Jato indo para o ralo.
Vemos os políticos mentindo descaradamente, e pessoas acreditando.
Ouvimos pedidos do retorno das esmolas do Estado; As bolsas tudo.
Vemos as denuncias de corrupção banidas para as bacias das almas.
Vemos inocentes sofrerem as penalidades no lugar dos corruptos. (http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2017/03/fiscal-que-denunciou-carne-fraca-diz-que-descobriu-crimes-apos-retaliacao.html).

Constatei que a minha geração, salvos uns poucos indivíduos, perdeu-se.

Mas constato que no meios da nova geração, despontam indivíduos temperados de caráter e esboçam vigorosas e inteligentes reações contra as trevas que tomaram o Brasil.

É deles que vêm a esperança!

Que Deus lhes dê sabedoria e força.